sexta-feira, 8 de outubro de 2010

vinha um velho rolo


Era uma velha maquina Orion, de plastico, que comprei por 2 euros num leilão da internet. Quando chegou, ri-me com o peso e o formato de brinquedo dela.
Um pequena máquina promocional, leve....de fingir.

Lá dentro vinha um rolo. Era a primeira vez que via um rolo de 127. E logo um rolo já exposto.

O que continha...se é que continha algo...

Decide revelar, a olho, com Xtol ( poderia ter feito um revelador à Base de Metol e com pouco alcalinizante, mais apropriado à tarefa) durante 15 minutos e pouca agitação para não estragar o filme.

No fim, vejo satisfeito 16 imagens, Ténues é certo, mas imagens fixadas e não apenas latentes.

Deve ter lá estado 50 anos. E entre aquela tarde de praia no Reino Unido e uma tarde chuvosa em Beja o que terá ocorrido?
Enviar um comentário