sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Revelar com café

Hoje vou explicar como é que se pode revelar um rolo fotográfico com:


2 pastilhas de vitamina C
3 cápsulas usadas de café
3 colheres de café de detergente Omo.
325 ml de Água.


1. Colocamos na máquina fotográfica o rolo e baixamos a sensibilidade um stop ( neste caso um rolo de 100 Asa foi exposto como 50 Asa)

2. Se não tiveres máquina constrói uma pinhole ( procura neste blog ou no google).

3. Prepara as coisas num local em que não entre luz alguma! A única luz que brilhará será aquela que ficou registada nos sais de prata  (uma casa de banho interior é o perfeito).




3. Preparar a abertura do rolo em total ESCURIDÃO a fim de o colocar dentro do contentor. Podes procurar na internet pela forma correcta como esta operação deve ser feita, bem como adquirir um a preços baixos. Repara que se utilizares uma máquina pinhole e em vez de um rolo revelares apenas uma tira de filme podes utilizar uma caixa de plástico preta, como, por exemplo, os contentores dos próprios rolos fotográficos.


4.  Quando o rolo estiver dentro do contentor, começamos a preparar o revelador. O revelador é uma solução alcalina (por isso o uso de sabão ou carbonato de sódio ou até hidróxido de sódio), em que um redutor (café, vitamina c, metol, hidroquinona, urina!, vinho) vai oxidar os sais de prata expostos do negativo.



5. Abrimos 3 cápsulas de café e colocamos dentro de um recipiente. Juntamos 200 ml de água e misturamos.




6. Colocamos duas pastilhas de vitamina C  (1000mg) (para acelerar o processo de revelação) em 50ml de água.


7.  Juntamos 4 colheres de sabão omo ao café e misturamos. Juntamos igualmente a vitamina C e água até perfazer 325 ml. (11 Oz)

8. Colocamos a solução (a 20 graus centígrados) dentro do contentor e agitamos 15 segundos cada minuto durante 20 minutos. Repare-se que o café não é solúvel pelo que deve ser agitado energicamente. Existem fórmulas com café fresco solúvel que apenas exige uma agitação de 3 viragens ligeiras por cada minuto. Mas aqui pretendi reciclar tudo, ou quase tudo.

9. No fim tiramos o café e guardamos numa garrafa de 33 cl (conheço umas!). Para mais tarde.

10. Colocamos água dentro do contentor ( nunca vinagre neste processo como interruptor porque vai reagir com o carbonato de sódio abrindo buracos no filme...ainda que micro) ( quem nunca fez um vulcão com carbonato de sódio e vinagre?)

11. Quando a água estiver limpa colocamos o Fixador ( comprado ou uma solução de 10% de Tiossulfato de Sódio ou ainda uma solução de 30% de sal de cozinha se pretendermos digitalizar de imediato os negativos)

12. No fim lavamos à maneira da Ilford...3 4 10 15 20 ( número de agitações para cada mudança de água).

13. Colocamos a secar uma noite.


14. Depois digitalizamos o negativo para segurança, especialmente se for usada a solução de 30% de sal.

15. Com o café que guardamos vamos revelar uma fotografia deste negativo em papel. Utilizamos um ampliador, expomos 3 stops acima do exigido e colocamos o papel dentro do nosso café.





E assim temos uma fotografia revelada desde o inicio até ao fim em café, sabão e vitamina C.


Esta actividade acompanhada da elaboração de máquinas fotográficas feitas de cartão torna-se ainda mais interessante.


Depois de revelar esta fotografia ainda aproveitei o mesmo café para revelar uma outra proveninente de um negativo "revelado normalmente"

Enviar um comentário