sexta-feira, 17 de julho de 2009

Janela


Fomapan 400, obturado a 200, Revelado em Xtol 1:1 (8m)


Olhando por minhas janelas com grades
O dia está tão cinza , frio, gelado


Totalmente sem cor

Já refletem a minha prisão
Sou prisioneira pela minha própria vida


(...)


extracto de poema encontrado ao acaso na internet, da autoria de "Borboletinha", aliás Bruna Marchiori


Enviar um comentário