domingo, 7 de junho de 2015

+ Jazz #1



De vez em quando, pelas ruas, há pessoas que andam com umas latas e umas caixas a apontar como se quisessem tirar fotografias.




Não lhes liguem.

São diferentes.

Eles não apertam botões como os outros, deixando o mecanismo automático e rápido do obturador electrónico e do processamento digital, fazerem o resto.

Estes não têm máquinas sequer.....apenas umas latas pintadas de preto

Estas latas não têm lentes ....apenas um furo de meio milímetro

Estes furos não têm obturador....apenas um pouco de fita cola preta

Esta fita cola não tem fotómetro associado....apenas o olhar para o céu

A exposição não é feita com um relógio preciso....conta-se alto  mil e muitos....

A focagem é infinita...não se preocupam com o perto e o longe e o dentro e o fora....tudo é uno.

A imagem não fica registada em circuitos integrados....mas em papel feito com prata, sal e gelatina.

Tudo isto não vem montado....o papel é colocado com fita-cola num quarto iluminado a vermelho.

Depois a imagem não aparece num ecrã... tem que ser revelada   e fixada em químicos secretos que a todos se ensina.


E por fim....do muito que se fez...algo ficou.



Por isso quando os virem já sabem quem são.

Obrigado a todos os que participaram no Workshop promovido pelo  Projecto + Jazz.






Aqui está parte do vosso trabalho, feito apenas com uma lata.





+Jazz  - Fotografia Pinhole f181, Papel Brometo - Revelação em Caffenol C



+Jazz  - Fotografia Pinhole f181, Papel Brometo - Revelação em Caffenol C



+Jazz  - Fotografia Pinhole f181, Papel Brometo - Revelação em Caffenol C


+Jazz  - Fotografia Pinhole f181, Papel Brometo - Revelação em Caffenol C



+Jazz  - Fotografia Pinhole f181, Papel Brometo - Revelação em Caffenol C

Enviar um comentário