domingo, 11 de dezembro de 2011

Água de Hortelã II

Depois de ter obtido um litro e meio de água de Hortelã, deixei repousar na curcubita 2 litros de infusão que não foi a destilar.

Num vaso coloquei 2 dl desta infusão.
Medi o PH, tendo obtido aproximadamente o valor de 8.
Adicionei então duas colheres de café de Carbonato de Sódio Anidro.
Voltei a medir o PH tendo obtido 11.
Temperatura de 14 Cº.

Mergulhei na mesma um papel de brometo de prata fortemente exposto à luz.


Em 30 segundos observei que a parte mergulhada tinha sido reduzida a prata metalica, obtendo assim uma revelação da mesma.


É um revelador à base de Hortelã da Ribeira. O Hortol.



A explicação para este facto já foi explanada neste Blog. Um revelador nada mais é do que um redutor em meio alcalino.
A Hortelã da Ribeira terá deixado verter através da fervura, algum óleo ou essência com características redutoras. Bastou depois tornar a solução fortemente alcalina para esse principio poder agir sobre o brometo de prata, reduzindo a prata ao seu estado metálico....preta.


Enviar um comentário