segunda-feira, 6 de setembro de 2010

A padroeira dos animais doentes

Brotas, fotografia lomográfica por Pedro Horta


Em 1440, conta-se, que em Brotas (perto de Mora)  uma vaca, caindo de um barranco abaixo, foi descoberta por um homem que a julgou e tratou como morta. Começou a esquartejar o pobre animal, quando a virgem lhe surgiu com o menino.  

Tendo-o avisado de que o animal estava vivo, mandou erguer naquele local uma ermida, tendo surgido o culto a Nossa Senhora das Brotas, protectora dos animais.

Depois surgiram casas para peregrinos e o percurso normal dos locais de culto e peregrinação.

Foi num fim de semana que lá fui que ouvi esta história.

Perguntei logo pela fonte ou ribeira que deveria haver naquele local.  Não a encontrava, mas decerto que estava por lá. Disseram-me que estava encanada e que a virgem surgira junto dela no ano da aparição.

Claro.
Enviar um comentário